Por: Carlos Lazzari | 14/11/2017

Ação contou com a animação da Banda Mustang Blues Brothers

Ação de conscientização contou com personagem que transmitiu informações de forma divertida

Informação e brincadeiras foram destaques no evento do Novembro Azul

Humor, alegria, informação e interatividade foram aspectos que marcaram a ação do Novembro Azul, promovida no último fim de semana, pela Unimed Chapecó, Shopping Pátio e RIC TV. A iniciativa contou com a participação bem-humorada do artista Marcelo Wundervald que se vestiu de médico, utilizou o símbolo da campanha (bigode) e, de forma descontraída, abordou o público no Shopping para falar sobre a importância do cuidado à saúde e entregar material informativo e brinde. Tudo isso, com animação da banda Mustang Blues Brothers.

Ricardo Stein, que atua na área de Sistemas de Informação, aprovou a iniciativa e destacou a importância do evento ao mencionar um episódio particular. “Tive um pequeno problema, fiz exames específicos e estou bem por descobrir cedo. Agora, as medidas de prevenção estão incorporadas em minha rotina, pois percebi o quanto são importantes”, enfatizou, ressaltando que ações de incentivo à prevenção são essenciais para conscientizar, quebrar paradigmas e reduzir os índices de morte.

Wundervald, que interagiu com o público, realçou que a campanha atingiu o objetivo de estimular a educação da saúde física e mental.

Segundo a coordenadora de marketing da cooperativa médica, Marlise Iloira Gürtler, a idéia foi reforçar a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, por meio de interação com o público de forma alegre e descontraída, disseminando informações sobre cuidados da saúde do homem. “O resultado superou as expectativas e atraiu a atenção, tanto dos homens, quanto das mulheres que os acompanhavam no shopping. Todos os que foram abordados pararam para ouvir as orientações e receberam, com carinho, o material informativo e os brindes”.

NOVEMBRO AZUL

O mês de novembro é tradicionalmente lembrado pelas ações e alertas relacionados à prevenção da saúde do homem. E não é para menos. Os números chamam a atenção para as doenças e falta de cuidado com a saúde. De acordo com dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – os homens vivem, em média, 7 anos a menos que as mulheres.

Uma das doenças que afeta e preocupa o público masculino é o câncer de próstata. Os casos estão aumentando constantemente no Brasil. A cada ano, 69 mil pacientes são diagnosticados no País. A boa notícia é que, se descoberta precocemente, a chance de cura da doença é de 90%.